Curso interdisciplinar ‘Política de Reprodução’ para explorar a história, implicações pós-Roe v. Wade – The Source


O debate sobre o aborto só se intensificou após a decisão Dobbs v. Jackson da Suprema Corte dos Estados Unidos, que derrubou Roe v. Wade e retirou as proteções constitucionais para o aborto, devolvendo a questão aos estados. Desde a decisão, 12 estados proibiram ou restringiram severamente o atendimento ao aborto, e pelo menos 10 outros estados têm proibições pendentes ou suspensas.

Em resposta, o Gabinete do Reitor da Universidade de Washington em St. Louis está oferecendo um novo curso interdisciplinar neste outono que visa fornecer aos alunos uma compreensão diferenciada do que levou à decisão e às implicações à medida que a nação avança em um pós-Roe mundo.

Wanzo

Ao longo do semestre, os alunos do curso de 1,5 crédito de “Política da Reprodução” (I50 INTER D 310) explorarão tópicos como saúde reprodutiva, direito, deficiência, economia, cinema, política, justiça reprodutiva e religião por meio de uma série de eventos presenciais e webinars públicos com os principais acadêmicos de quase todas as escolas, bem como palestrantes convidados. Também haverá opções para concluir o trabalho de forma assíncrona.

Ao projetar o curso, Rebecca Wanzo, professora e presidente do Departamento de Estudos sobre Mulheres, Gênero e Sexualidade em Artes e Ciências, disse que queria criar um curso que atraísse estudantes de todas as disciplinas e lhes fornecesse uma variedade de conhecimentos diferentes. bases que eles precisam para pensar sobre essa questão de forma mais holística.

“Quero que as pessoas reconheçam como os debates em torno do aborto tocam praticamente todos os aspectos da vida, e isso é uma das coisas que o pensamento interdisciplinar ajuda a fazer”, disse Wanzo.

“Temos a sorte de ter algumas das principais autoridades em torno dessas questões no campus, acadêmicas como Marie Griffith, autora do livro ‘Moral Combat;’ Susan Appleton, especialista reconhecida nacionalmente em direito de família e teoria jurídica feminista; e Zakiya Luna, um influente líder de pensamento de justiça reprodutiva.”

O curso foi lançado em julho com um evento público no qual Tessa Madden, MD, e Dineo Khabele, MD, da Faculdade de Medicina discutiram como é a saúde reprodutiva pós-Dobbs. O evento foi gravado para os alunos assistirem de forma assíncrona. Entre os palestrantes adicionais estão:

  • Anca Parvulescu, Rachel Brown e Shanti Parikh, em Artes e Ciências, e Mytheli Sreenivas, da Ohio State University, sobre direitos ao aborto em outros países;
  • Jessica Levy, da Brown School, sobre saúde pública, maternidade e pobreza; e
  • Diana O’Brien, em Arts & Sciences, sobre política legislativa e aborto.

Reunir esses diversos acadêmicos de renome internacional em um curso é uma oportunidade única para os alunos.

“’Política de Reprodução’ pretende ser um curso exploratório que dá às pessoas tempo para pensar sobre questões de uma maneira que pode ser desafiadora para elas ou sair de sua zona de conforto.”

Rebecca Wanzo

“’Política de Reprodução’ pretende ser um curso exploratório que dá às pessoas tempo para pensar sobre questões de uma maneira que pode ser desafiadora para elas ou fora de sua zona de conforto”, disse Wanzo.

Em vez de se esquivar de tópicos sensíveis, Wanzo disse que a aula os abordará de frente, com base em uma variedade de pesquisas e estudos de economistas a estudiosos religiosos e jurídicos, filósofos e muito mais. Pessoas de todas as perspectivas políticas são bem-vindas ao curso; no entanto, espera-se que todos os alunos se envolvam em conversas respeitosas sobre essas questões, assim como fazem em outras aulas.

“Porque é isso que fazemos, como membros da comunidade universitária. Nós modelamos melhores formas de debate e conversa do que talvez vemos em outros lugares de nossa cultura”, disse Wanzo.

Durante a sessão final, membros do corpo docente da Sam Fox School of Design & Visual Arts e da McKelvey School of Engineering conduzirão os alunos em um workshop onde eles pensarão sobre como eles querem que os futuros reprodutivos sejam para si mesmos e para o mundo em geral.

Em St. Louis, para St. Louis e além

O curso “Política de Reprodução” foi inspirado em outro curso interdisciplinar popular, “A Pandemia: Ciência e Sociedade”, oferecido pela Arts & Sciences durante o verão de 2020. Mais de 1.200 alunos concluíram esse curso online. Embora este curso seja menor em escala – já que isso está ocorrendo enquanto os alunos têm outras opções de curso – ele ainda é projetado para dar ao maior número possível de alunos a oportunidade de fazer o curso, disse Wanzo.

Muitas das palestras deste semestre serão abertas e disponíveis ao público, permitindo que a universidade compartilhe seu conhecimento e experiência com a comunidade e ajude a avançar o discurso sobre os problemas, explicou Wanzo.

“Ao desenvolver este curso, estamos modelando o que o futuro da academia pode oferecer, onde as comunidades universitárias se reúnem em várias disciplinas para pensar em questões complicadas – não apenas para sua pequena e preciosa comunidade, mas para a sociedade”, disse Wanzo.

Este curso não seria possível sem o apoio da reitoria e dos membros do corpo docente, disse Wanzo.

“Esmagadoramente, os membros do corpo docente ficaram felizes em participar deste projeto colaborativo, e estou profundamente grata a eles”, acrescentou.

“Uma universidade tem a responsabilidade de preparar os alunos para a cidadania e oferecer oportunidades para pensar profundamente sobre questões que importam. Este curso dará aos alunos uma gama mais ampla de ferramentas para discutir e entender um dos tópicos mais urgentes da atualidade.”



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.