Hobbs se recusa a debater Lake na corrida para governador do Arizona | Governo e política


PHOENIX – Os eleitores do Arizona não verão um debate entre os principais candidatos ao governo.

A democrata Katie Hobbs disse no domingo que não dividirá o palco com a republicana Kari Lake. Isso aconteceu mesmo depois que a Comissão Eleitoral Limpa Cidadãos ofereceu na semana passada para deixar Hobbs propor condições em um evento frente a frente.

Mas a decisão não é uma surpresa.

Nicole DeMont, gerente de campanha de Hobbs, recusou na semana passada quando o presidente da comissão, Damien Meyer, perguntou a ela se havia alguma condição sob a qual o candidato concordaria em participar do mesmo tipo de debate que a comissão patrocina há décadas. DeMont disse que não responderia a perguntas “hipotéticas”.

E Hobbs se recusou a debater Marco Lopez antes das primárias democratas.

Ao explicar a decisão, DeMont repetiu as mesmas alegações que fez aos comissários na semana passada, alegando que Lake transformaria o evento em “interrupções constantes, distrações inúteis e xingamentos infantis”.

As pessoas também estão lendo…

Ela também reclamou que Lake, que insiste que a eleição de 2020 foi roubada de Donald Trump, passaria o tempo refazendo velhas teorias da conspiração em vez de focar nas políticas para governar o estado.

DeMont repetiu sua oferta de participar de um evento no estilo “prefeitura”, onde ela e Lake responderiam perguntas, mas separadamente. Os comissários rejeitaram essa proposta na quinta-feira, dizendo que o público tem o direito de ver os candidatos lado a lado.

A decisão de Hobbs significa que Lake terá 30 minutos na KAET-TV, a afiliada da Phoenix PBS. Está previsto para 12 de outubro, com perguntas de Ted Simons, que já recebeu outros debates. Foi exatamente isso que aconteceu quando Hobbs desprezou um debate com Lopez.

Nenhum outro grande candidato a qualquer cargo estadual do Arizona se recusou a debater.

Howard Fischer é um jornalista veterano que faz reportagens desde 1970 e cobre a política estadual e o Legislativo desde 1982. Siga-o no Twitter em @azcapmedia ou envie um e-mail para [email protected].



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *