Leno critica a ‘política’ do Arsenal quando o goleiro afirma que sua saída de verão ‘não foi sobre desempenho’


Bernd Leno criticou a “política” em torno de sua saída do Arsenal, sugerindo que sua mudança não foi afetada por suas atuações pelos Gunners.

  • Leno deixou o Emirates Stadium para o Fulham
  • Fez apenas quatro jogos no campeonato na última temporada
  • Ainda para manter a folha limpa em 2022-23

O QUE ACONTECEU? Leno deixou o Arsenal para se juntar ao Fulham por empréstimo, depois de jogar o segundo violino de Aaron Ramsdale na maior parte da temporada passada. Os Gunners também contrataram o goleiro internacional dos Estados Unidos Matt Turner no verão e Leno agora afirmou que sua saída não teve nada a ver com seus níveis de desempenho.

O QUE ELE DISSE: Conversando com Esporte BILDLeno disse: Quando percebi que não se tratava de desempenho ou qualidade, eu sabia que tinha que ir. Durante a preparação, vi que não se trata de performance, é só política. Ficou claro para mim: eu tenho que sair daqui.”

A FIGURA MAIOR: Leno agora é um jogador regular no recém-promovido Fulham, mas ainda não sofreu gols em quatro partidas da Premier League pelo time do oeste de Londres. O alemão, no entanto, fez 19 defesas para ajudar os Cottagers a subir para 10º na classificação inicial.

EM DUAS FOTOS:

A última partida de Leno pelo Arsenal antes de sua transferência foi contra o Aston Villa na temporada passada, um jogo em que ele manteve sua única partida sem sofrer gols na liga na temporada 2021-22.

Leno Arsenal 2021-22Imagens Getty
Leno Fulham 2022-23Imagens Getty

O QUE SE FAZ PARA LENO: O jogador de 30 anos procurará encontrar alguma forma nas próximas semanas e se forçar à equipe de Hansi Flick na Copa do Mundo. Os Cottagers enfrentam o Chelsea no próximo fim de semana.

Leno tem razão?

O Arsenal deveria ter mantido o goleiro alemão para a temporada 2022-23?



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.