Michael Gunner, ex-ministro-chefe do Território do Norte, deve renunciar à política


O ex-ministro-chefe do Território do Norte, Michael Gunner, deve anunciar sua renúncia da política nesta noite, segundo fontes parlamentares.

A ABC entende que Gunner deixará seu cargo na Assembléia Legislativa, em um discurso durante o parlamento na noite de quarta-feira.

Gunner deixou o cargo de ministro-chefe do Território do Norte em maio, citando considerações familiares após o nascimento de seu segundo filho.

Ele foi substituído como ministro-chefe por Natasha Fyles.

“Minha cabeça e meu coração não estão mais aqui, eles estão em casa”, disse Gunner durante seu discurso de renúncia.

O ministro-chefe do NT, Michael Gunner, fica na frente de algumas bandeiras, dirigindo-se à mídia.
Michael Gunner levou o Partido Trabalhista a duas vitórias eleitorais no Território do Norte.(ABC News: Michael Franchi)

Gunner tornou-se líder trabalhista em 2015 e foi eleito ministro-chefe em 2016, após uma vitória eleitoral esmagadora que reformulou a política do Território do Norte.

Michael Gunner bebe uma cerveja com os fiéis da festa em sua festa da vitória em Darwin.
Gunner levou o Partido Trabalhista à maior vitória eleitoral contra um governo em exercício na história do Território do Norte em 2016.(AAP: Neda Vanovac)

Ele liderou o Partido Trabalhista para um segundo mandato no governo nas eleições de 2020 no Território do Norte e ficou aquém de ser o ministro-chefe mais antigo do partido quando renunciou ao cargo.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *