Noem procurou evitar audiência de ética, lacrar registros | Governo e política


SIOUX FALLS, SD (AP) – A governadora de Dakota do Sul, Kristi Noem, pediu a um conselho de ética estadual para rejeitar uma queixa contra ela sem uma audiência pública e para selar certos registros, mostram documentos divulgados na sexta-feira pelo Conselho de Responsabilidade do Governo do estado.

O governador republicano argumentou em uma moção de abril que o procurador-geral do estado, um colega republicano que apresentou a queixa, estava fora de retribuição política e deveria ser removido da queixa. Noem havia pressionado para que ele renunciasse e mais tarde por seu impeachment por seu envolvimento em um acidente de carro fatal.

A queixa do procurador-geral foi desencadeada por um relatório da Associated Press no ano passado de que Noem havia assumido um papel prático em uma agência estatal logo depois que ela negou à filha uma licença de avaliadora de imóveis.

As pessoas também estão lendo…

O comitê de auditoria do Legislativo de Dakota do Sul, controlado pelos republicanos, aprovou por unanimidade um relatório em maio que concluiu que a filha de Noem recebeu tratamento preferencial.

Os registros divulgados na sexta-feira fornecem uma nova visão sobre um episódio que o conselho deliberou principalmente em segredo por quase um ano. Os três juízes aposentados que avaliaram a queixa ética por unanimidade descobriram no mês passado que havia evidências suficientes para acreditar que Noem “se envolveu em má conduta” ao cometer má conduta e conflito de interesses.

O conselho disse que “medidas apropriadas” seriam tomadas contra Noem, embora não tenha especificado a ação. Também não está claro se Noem solicitará uma audiência de caso contestado perante o conselho para se defender publicamente das alegações.

Direitos autorais 2022 The Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem permissão.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *